Violência doméstica é debatida em palestra

Evento foi promovido pelo Cras de Anchieta e realizado na tarde de ontem, dia 29 com a palestrante Lucélia Bastezini Nunes, psicóloga da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de São Miguel do Oeste que falou sobre os tipos de violência e suas consequências  para os integrantes do núcleo familiar. “A violência pode se apresentar de diferentes formas e não apenas como agressão física ou sexual. Palavras que causam humilhação e traumas, negligência  e abandono também são consideradas formas de violência”, esclarece. Além de explanar sobre a violência doméstica, Lucélia também orientou sobre os meios pelos quais as denuncias podem ser efetuadas. “Temos a obrigação moral de denunciar casos de violência e promover a discussão e a conscientização sobre este tipo de crime que afeta principalmente mulheres, crianças e idosos”, afirmou a psicóloga.

Durante a palestra, também foi disponibilizado espaço para perguntas e argumentações do público presente, formado por pessoas de diversas faixas etárias. A psicóloga do Cras de Anchieta, Dayanna Basso Perozzo avaliou os resultados da atividade afirmando que a participação do público tanto com questionamentos quanto com argumentações, foi muito positiva. “Tivemos uma boa participação, principalmente de adolescentes, fazendo perguntas e sugerindo ações o que nos mostra que as pessoas têm interesse e estão dispostas a discutir cada vez mais profundamente esta importante questão”, declara. 

Este edital possui conteúdo protegido pela LGPD, para obter acesso abra uma requisição aqui